Ácido Mandélico

O Ácido Mandélico, promove uma epidermólise de intensidade moderada, de controle mais facilitado e, portanto, mais segura. O Ácido Mandélico, porém não é totalmente consumido nesta etapa do processo (incubação da epidermólise), devido a sua estrutura química diferenciada. Mantém sua ação nas camadas mais internas, sendo então absorvido, interferindo nas reações intracelulares de formação de melanina (ação despigmentante) e controlando a oleosidade por ação direta no epitélio folicular. Desta forma, há o estímulo celular químico-biológico, já que sua estrutura permite tal desempenho. O Ácido Mandélico apresenta os seguintes benefícios: Rejuvenescimento-Peles fotoenvelhecidas e rugas finas; Hiperpigmentação/Poros abertos; Redução de estrias; Fortalecimento capilar; Cicatrização;


ATENÇÃO: CONSULTE SEMPRE O PROFISSIONAL DA SAÚDE. As informações contidas neste site não devem ser usadas para automedicação e não substituem, em hipótese alguma, as orientações dadas pelo profissional da área médica. Somente o médico está apto a diagnosticar qualquer problema de saúde e prescrever o tratamento adequado. Ao persistirem os sintomas, um médico deverá ser consultado.